Networking e os maus pagadores

Uma utilidade importantíssima do networking é saber quem paga bem, na data combinada, e quem não paga. Mesmo que seja só lendo as listas de discussão, onde o assunto e frequente, é preciso ficar de olho nos alvos das reclamações e fazer uma “lista negra” particular. O nome de Fulano já pipocou duas ou três vezes como mau pagador? Eu é que não vou trabalhar para ele!
Vale também perguntar para os colegas mais próximos, antes de aceitar um projeto de cliente novo, se eles conhecem, se já trabalharam com aquele cliente (seja colega, agência ou cliente direto), se ele paga em dia. Para isso também servem e-mail, MSN, Skype, Twitter.
Portanto, quanto maior a sua rede de contatos, maior a quantidade de informações que pode conseguir, e mais confiáveis elas serão.
Livre-se dos maus clientes. Diga um “Não, obrigado” bem sonoro quando um desses vier oferecer serviço. Quanto mais bem informados formos, como categoria, maior a possibilidade de tirar os maus pagadores do mercado. Ou, pelo menos, da NOSSA vida profissional.

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *