Networking e os maus pagadores

Uma utilidade importantíssima do networking é saber quem paga bem, na data combinada, e quem não paga. Mesmo que seja só lendo as listas de discussão, onde o assunto e frequente, é preciso ficar de olho nos alvos das reclamações e fazer uma “lista negra” particular. O nome de Fulano já pipocou duas ou três vezes como mau pagador? Eu é que não vou trabalhar para ele!
Vale também perguntar para os colegas mais próximos, antes de aceitar um projeto de cliente novo, se eles conhecem, se já trabalharam com aquele cliente (seja colega, agência ou cliente direto), se ele paga em dia. Para isso também servem e-mail, MSN, Skype, Twitter.
Portanto, quanto maior a sua rede de contatos, maior a quantidade de informações que pode conseguir, e mais confiáveis elas serão.
Livre-se dos maus clientes. Diga um “Não, obrigado” bem sonoro quando um desses vier oferecer serviço. Quanto mais bem informados formos, como categoria, maior a possibilidade de tirar os maus pagadores do mercado. Ou, pelo menos, da NOSSA vida profissional.

Nuvem, informação e networking

A Carol Alfaro escreveu um post muito interessante sobre networking e presença online, em resposta à convocação do English Experts aos blogs educacionais. A ideia do Alessandro foi excelente e eu assino embaixo do post da Carol. Ela consegue, quando quer, escrever verdadeiros “tratados” sobre um determinado assunto, puxando o fio da meada desde o comecinho, depois desenrolar tudo e finalizar com um lacinho. Definitivamente eu não tenho essa facilidade, então vou só complementar com alguns pontos.

A quantidade de informação que podemos obter via blogs é realmente absurda. Acessar um a um diariamente, procurando atualizações, é tarefa praticamente impossível. Uma maneira mais fácil de acompanhar vários blogs ao mesmo tempo é usar um reader, que concentra todos os blogs em um só lugar. Eu uso o Google Reader, pela facilidade de ser online, não precisar instalar nada e eu poder ler em qualquer computador ou pelo celular. A maioria dos navegadores e clientes de email também tem recurso semelhante. Procure por “rss feed”.

A presença online é indispensável hoje em dia. Mas, para ser um retorno positivo, é preciso prestar muita atenção à sua postura online. Escrevi brevemente sobre isso há alguns meses.

Resumindo: o mundo está mudando muito rapidamente, somos bombardeados com informações vindas de todos os lados, sobre todo tipo de assunto. Isso é excepcional, mas precisamos aprender a filtrar essas informações para não sermos soterrados por elas.

Outro ponto importantíssimo: o mundo virtual nada mais é que uma extensão do chamado mundo real, uma outra forma de convivência entre pessoas reais, de carne e osso. A internet não é um universo paralelo como os das histórias de ficção científica, com “leis universais” diferentes ou opostas às do nosso universo. Por trás de cada avatar existe uma pessoa de carne e osso. As regras de comportamento, educação e boa convivência que aprendemos na infância, que nossos pais e avós insistiam que seguíssemos à risca, também valem na internet. Principalmente se você quiser fazer dela seu local de trabalho.